domingo, 5 de julho de 2009

"Avatar" e um novo mundo 3D

5/julho/2009

James Cameron mudou para sempre a história do cinema com "Titanic", uma megalomaníaca produção que misturava ação, efeitos especiais e drama, sem que um perdesse o espaço para o outro. Mas muito antes disso ele já havia feito história. Construiu uma das melhores tramas da ficção científica ao dirigir "O Exterminador do Futuro 2". Agora, ele se prepara para fazer história mais uma vez, dando vida a um dos filmes mais comentados dos últimos tempos, juntamente com "Watchmen" e "O Hobbit", acho eu.

"Avatar" vai ser um longa que vai misturar efeitos da computação e atuações em live-action, colocando ações de pessoas reais no campo digitalizado. O filme conta a história de Jake Sully (Sam Worthington), um veterano de guerra da marinha que faz parte da tripulação que descobre o planeta Pandora, um mundo rico em uma biodiversidade exótica e com tesouros e recursos além da imaginação. Uma vez descoberto, o planeta agora pode significar a devastação de todos os outros mundos existentes, e Jake vai precisar liderar uma batalha pela sobrevivência de todos, além da sua própria. O planeta Pandora foi inspirado no mito da caixa de Pandora, da mitologia grega.

Desde que a tecnologia 3D foi aperfeiçoada e virou a nova febre dos grandes estúdios, o cinema espera por um filme que possa ir além dos efeitos que fazem as coisas saltarem no colo do espectador. Muitos esperam ver aliados à esse recurso um roteiro bem escrito e bem desenvolvido, que não tenha apenas a função de entreter. Depois de filmes como "A Lenda de Beowulf", "Viagem ao Centro da Terra" e shows como os de Hannah Montana, vai ter filme em 3D para todos os gostos nos próximos anos, de Tim Burton a Toy Story. Não me admira que daqui ha algum tempo Xuxa também vá querer fazer um filme 3D.

É James Cameron que pode surgir como a salvação da lavoura digital. "Avatar" vai utilizar os recursos 3D e não deve ser só um longa de bons efeitos e coisas saltando nas pessoas. O diretor promete conteúdo e um roteiro bem amarrado, digno de James Cameron mesmo. Em entrevista ao site "The Hollywood Reporter", Cameron disse que este é o filme mais desafiador que já fez. Declarou também que "é preciso fazer um bom filme que seria um bom filme em qualquer circunstância", ou seja, efeitos à parte, um bom roteiro é tudo.

Avatar chega aos cinemas em 18 de setembro de 2009 e é o primeiro grande filme de Cameron depois de "Titanic". No elenco também figuram Sigouney Weaver, Michelle Rodriguez e Giovani Ribisi. Em 3D, o filme, pelo menos aqui no Brasil, vai depender do contingente de salas preparadas para o recurso, que são realmente poucas. Nos cinemas "normais" é que o longa deve ter sua carreira mais completa, onde deve abocanhar o grande público. De resto, é esperar até lá. Mas alguém aí aprendeu a duvidar de algum filme do James Cameron?

Um comentário:

•. Cℓєвєя! . - disse...

Esse é mais um que não faço questão de esperar grande coisa, já que James Cameron é um nome 'qualquer'.