quinta-feira, 21 de maio de 2009

Lua Nova e desabafos... Ou o contrário

Publiquei no Twitter esses dias qual era o problema de gostar tanto de Cidadão Kane quanto de Harry Potter. Agora a pergunta é outra. Qual o problema de eu querer gostar de Cidadão Kane e de Lua Nova ao mesmo tempo? Eu sei distinguir um do outro e não os coloco no mesmo patamar (nunca, jamais, heresia! heresia!). Mas gosto, ué, vão atacar minha casa com tochas e arpões no meio da noite me acusando de bruxaria?

Enfim, aproveito pra divulgar (reblogar, já que no twitter a gente retwitta!) o pôster oficial - não uma cópia falsa feita por um fã, ainda que criativa - do filme Lua Nova, que reflete exatamente a aura da história. Jacob no meio do caminho entre Bella e Edward. Deixando claro que, no livro, Edward é quem se acovarda, deixa Bella na m... e foge, abrindo totalmente o caminho pra Bella refazer a vida dela. O vampirão volta e se aproveita de sua influência sobre a garota para afastá-la de Jacob. O fato de ele se tornar um lobisomem e acabar um inimigo eterno mortal de Edward quase não importa hehehehe.

Uma coisa que Lua Nova - o livro - já fez pelo filme é ter elevado o status de Taylor Lautner, intérprete de Jacob. Com pouco destaque em Crepúsculo, o ator viu sua fama crescer de repente. Já que seu personagem ganha uma importância vital no resto da história, o público já sabia o que ele ia se tornar. A repercussão de Jacob no resto da Twilight Saga foi tão grande que Lautner, mesmo com meia dúzia de falas no filme, foi indicado como ator revelação no MTV Movie Awards (diga-se de passagem, o único lugar onde isso seria possível!).

No mais, já sabemos que a última parte da Twilight Saga, Amanhecer, já tem lugar garantido no cinema, porque Robert Pattinson divulgou em Cannes que foi contratado já para o filme. Amanhecer - o livro - deve chegar traduzido para o português no mês que vem. (Já estou jurado de morte caso não compre o livro). Convenhamos: os livros não tem uma história muito extraordinária, Stephenie Meyer escreve como uma adolescente, a trama é muuuuuito água com açúcar (Lua Nova, a pior delas até agora), mas não é que é legal?

Alguém aí lembra de Harry Potter??? ... Brincadeira, amigo, amigo. Fim da babação de ovo.

5 comentários:

.::BruñO @rau+o::. disse...

primeiro!!! edward ñ se acovarda ele simplismente por amar d+ a bella e por ter medo de destruir a alma dela ele a larga e segundo: jacob no meio?? naum naum isso so esta na kbça do cachorro pq o edward foi é sempre vai ser o primeiro rsrs e terceiro: a steph escreve bem sim rsrs e na minha opinião as historias são fantasticas pq é tudo novo e diferente ao que se ta acustumado a ler sobre vampiros e o lua nova é simplismente o livro mais romantico de todos!!! e deixa de ser insensivel vinicius !!! rsrs abç....

Jacques disse...

Nada contra gostar de filmes de estilos, técnicas e tempos tão diferentes. Gosto é gosto. No caso dos dois que vc comentou, não há nem parâmeto de comparação. Ao menos na minha opinião. Abcs

Marcos Nascimento disse...

Claro que gosto não se discute e é óbvio que não dá pra comparar um com o outro!

Vlw, continue lendo hehe

Diego Janjão disse...

hum,não vi nenhum dos dois...

mas tb acho q sãobem difenrentes uns dos outros...

Vistem: JaNjÃo ComicS

Bia disse...

Pois é... apesar de algumas críticas, também gosto muito, não só de Lua Nova, mas de toda a série...
Não penso que Stephenie Meyer escreva exatamente como uma adolescente, apesar de perceber que a "Saga Twilight" (como muitos chamam)agradou principalmente o público que está nessa fase. Eu já passei desta etapa há uns bons anos, mas gosto das histórias e até me senti meio "solitária" em relação a isso, para falar a verdade! Mas, como você disse, não vão me atacar por isso, não é mesmo?
Quanto à Edward, admito que, inicialmente, tive um pouco de raiva de sua atitude em Lua Nova, mas depois compreendi melhor... entendi o quis dizer na postagem, pois tive a mesma reação no início do livro! Mas depois, apesar de todo o sofrimento que Bella passou, vejo que ele quis protegê-la de si mesmo.
Abraços!